Mania de juntar lixo em casa é sintoma de doença

O acumular de montanhas de lixo ou objectos inúteis em casa a pensar na sua eventual utilidade futura pode parecer muito estranho, mas é sintoma de uma doença que afecta principalmente idosos que vivem sozinhos e em situação de miséria.

Baptizada com o nome do filósofo grego do século IV a.C. Diógenes de Sinope, que vivia como um mendigo e dormia num barril, o Síndrome de Diógenes caracteriza-se pela acumulação de objectos sem valor, isolamento social, falta de pudor e de cuidados com a higiene pessoal e recusa em receber ajuda.

“Apesar da doença também poder afectar pessoas mais novas, a maior parte são idosos que vivem uma vida quase de eremita”, disse à agência Lusa o director do serviço de psiquiatria do Hospital do Espírito Santo, em Évora, José Palma Góis, que tem acompanhado alguns casos.

À memória vêm-lhe dois casos. Um de uma senhora septuagenária “muito excêntrica”, que vivia sozinha numa casa “cheia de lixo”, que recolhia dos contentores, e outro de uma mulher na casa dos 50 anos que começou a fazer colecção de objectos inúteis desde os 20 anos.

Palma Góis conta que a mulher mais nova fazia acumulação de lixo por “montinhos”, como de roupa e sapatos, de acordo com as suas próprias regras. Mas com o passar dos anos, a doença foi piorando e actualmente já não organizava o lixo e a casa transformou-se numa verdadeira lixeira. A vida desta mulher é partilhada com um companheiro, alcoólico, que “por contágio aceitou este tipo de vida”, sublinhou.

Queixas dos vizinhos

Ambos os casos chegaram ao hospital através dos serviços sociais, que foram alertados pela vizinhança devido ao mau cheiro que as casas tinham e do comportamento bizarro.

Palma Góis conta que a idosa, quando chegou aos cuidados médicos, ia desnutrida, com um aspecto pouco cuidado e uma atitude desconfiada e assustada, tendo acabado por ficar internada quatro semanas. Depois de a casa ter sido limpa, a idosa, que tinha uma “demência ligeira” e registou melhoras significativas com o tratamento, voltou para casa continuando a ter acompanhamento médico e o apoio dos serviços sociais para garantir o comprimento da terapêutica, alimentação e higiene.

Segundo Palma Góis, estas pessoas vivem numa situação de miséria material muito marcada e chegam a apresentar várias patologias, desde eczemas e infecções na pele causados por parasitas e sujidade, até anemias devido à negligência da alimentação e higiene.

As causas

Palma Góis explica que o Síndrome não nasce com a pessoa, mas pode haver traços de personalidade que predispõem para a doença, que pode surgir com a morte de um familiar, dificuldades económicas, conflitos ou reforma antecipada. Embora a maioria dos casos seja em idosos, há pessoas mais novas que podem desenvolver a doença, mas nestes casos está associada a outras patologias, como uma doença obsessiva compulsiva ou esquizofrenia. Sobre a prevalência da doença em Portugal, o psiquiatra diz que não existem números, mas estima que sejam idênticos aos de Espanha: 1,7 em cada mil internamentos em pessoas com mais de 65 anos.

Fonte: Helena Neves no DN.

About these ads

60 pensamentos em “Mania de juntar lixo em casa é sintoma de doença

  1. por favor, poderiam me orientar como fazemos eu e a nossa familia, para ela perceber que esta doente e precisa de tratamento. ela ja nao esta mais eixando a familia entrar na casa dela. ela e uma pessoa eextremamente bondosa, ajuda os outros, quase nao pensa em si, e esta vivendo num monte de lixo dentro da casa dela. por favor me oriente o que devemos fazer

    • Essa pessoa precisa de tratamento. Talvez falar com o médico de família (se tiver) para a orientar para os serviços de saúde (psicologia ou psiquiatria) que a possam apoiar.

    • A única providência cabível, neste caso, é alguém tomar a frente e levar essa pessoa para outro lugar, temporáriamente, fazendo-a entender o quê está acontecendo. Existem muitos vídeos a respeito, mas até se possível for, acho que gravar a casa com o lixo todo, descrevendo tudo, muito claro e explicativo, apresentando a ela em um local amigo e bem aconchegante a fará ver que está se entregando à doença que avança implacável e impiedosamente. Faze-la ver que ela está adoecendo e que há chance de vencer esse mal é o caminho.

  2. Belém, 17 de janeiro de 2010

    Gostaria de receber comentários e se possivel fotos, sobre esse tipo de mania, meu pai(72 anos) adora trazer e guardar coisas que não usam para dentro de casa, hoje lhe mostrei como o quarto dele estava sujo, com teias de aranhas, estava acumulado de poeira, e de repente tive a ideia de não apenas lhe mostrar e também lhe dei a tarefa de limpar as coisas para ele sentir na pela, como é dificil e desagradavel viver em um espaço sujo, não deu outra fizemos aquela faxina e ele olhava sempre para ver se a mamãe(74 anos), estava pegando alguma coisa dele para jogar fora, foi dificil, mas conseguimos, agora falta embaixo da cama, vou esperar ele sair, assim vai ficar mais facil com certeza. Vou mostrar para ele está reportagem, só preciso de mais fotos e videos.

    Obrigada!

    Hilda!

    • 1. filmar, c a camera do celular mesmo, o lugar (não, vc não vai mostrar p ninguem , nao precisa expor seu pai);
      2. sabe isso q vcs fizeram? repitam, se possivel, inicialmente é bomq seja toda semana, grave um cd c musicas q ele goste, de verdade, q lembrar um tempo bom, anterior a este do transtorno; aqueça uma garrafa de chá ou outro algo q ele goste e q dê acalento;
      3. depois passe pra quinzenal, mas permaneça assim.
      4. aos poucos, ligue dizendo q vai chegar um pouco mais tarde q se ele nao poderia começar , “p adiantar” o carro – mas nao deixe de ir;
      5. aposto q em 3 meses o dia da faxina se transformará no dia do chá, apenas.

      • *ops, completando: mais pra frente – bem mais – caso o seu pai fale, ele vai falar, pode saber q sim, sobre oq tava a acontecer c ele, vc conta q sacou e q resolveu ajudar, e se, agora, ele não topava fazer uma terapia de grupo p auxiliar. **o video? pra situações extremas, e p vc passar pro terapeuta.

  3. Tenho uma tia avó com 81 anos, ela possue formação académica em três curso de nível superior é aposentade da receita federal , e de ums tempos pra cá coisa de ums três á quatro anos vem com uma mania de juntar em uma sacola ao lado de sua cama todo o lixo que la produz no caso por ser fumante assídua junta os maços de cigarros vazios e as cinzas da imansa quantidade de cigarros que fuma, quando eu vou esvaziar ela se queixa diz que lea mesma vai fzer isto, e quando faz volta pro quarto com a mesma sacola para reutilizá-la, em fim temo que ela venha possuir algum tipo de doença pois tem manias como juntar sacolas plásticas envelopos e também de guardar frutas em seu banheiro, eu estou sem saber que atitude tomar. Ficarei muito agradecida se puderem me orientar.

  4. Trata-se de acumulação compulsiva (compulsive hoarding, em inglês), um transtorno mental ligado ao transtorno obsessivo-compulsivo (TOC) e à depressão, acometendo geralmente pessoas de idade e/ou que vivem ou ficaram sozinhas. Como é uma obsessão, a pessoa não consegue ver o absurdo que está fazendo: acha que está certa, produz justificativas que lhe parecem razoáveis e não aceita argumentos em contrário. Em casos graves (questão de saúde pública, perigo de incêndio) o poder público precisa agir. Em qualquer caso, entretanto, a presença de um psiquiatra é sempre indicada, e medicamentos podem ajudar. Por outro lado, “quebrar” a obsessão, fazer a pessoa entender o que está fazendo, é bastante difícil. Além disso, a perda daquilo que a pessoa juntou pode ser muito doloroso para ela. Não é algo trivial, alguns acumuladores podem até morrer por conta do que juntaram (desabamento de pilhas de entulho ou incêndios).

  5. MINHA SOBRINHA DE 30 ANOS, C/ATITUDES DE 15, SÓ QUE O $$$$ É TUDO P/ELA. HA 13 ANOS PAI ARRUMOU UMA SÓCIA E SAIU DE CASA, ESSA FEZ A CABEÇA DELE QUE ALÉM DO AMOR DAVA DE TUDO/MELHOR P/O CASAL DE FILHOS.PAI CORTOU TUDO ATÉ PGTO.FACULDADO ELA JORNALISMO ELE MEDICINA.A MÃE ELE NÃO PODE NEM VER. ENFIM ATÉ HOJE CORRE PROCESSO, NÃO SE ACERTAM NA JUSTIÇA. HOJE ELA ESTA TRABALHANDO DE COBRADORA/NIBUS, ANDA PARECENDO MENDIGA, TUDO QUE ACHA DE LIXO TRÁS P/CASA.OPAINÃO QUER AJUDAR NEM NA SAUDE PQ.DIZ QUE ELA N~TEM NADA ATÉ TRABALHA. CORTOU ATÉ UMA AJUDA DE ALIMENTAÇÃO, FEZ ELA ASSINAR A DESISTENCIA PROMETEN ALGO. ENFIM É UMA DESGRAÇA SÓ. ELA NÃO ACEITA QUE ESTÁ DOENTE.COMO RESOLVER ISSO NA JUSTIÇA?ALGUÉM PODE ME AJUDAR , PORQUE A MÃE´MINHA IRMÃ, JÁ ESTÁ CONSUMIDA. PAI TEM CONDIÇÕES E MÃE N~.NAS AUDIENCIAS ELE ARRUMA TODOS OS MEIOS E SE SAFA.MAS TEMO PELO PIOR PQ A MOÇA AS VEZES SE REVOLTA CONTRA A MAE E O IRMÃO E AMA O PAI PQ ELE DÁ NINHARIA OU ATÉ PARTEDO LIXO E ELA DEVE FICAR FELIZ.QUE PAI E ESSE PARECE O TOTÓ DANOVELA DA9 HS.

  6. tenho uma vizinha que tem sintomas dessa doença, vive ao lado da minha casa tem a casa cheia de lixo (interior e exterior) varios animais, caes , gatos, toda a vizinhança està revoltada devido ao mau cheiro e barulho que faz essa senhora e os animais , ninguem descança aqui na visinhança , e as entidades competentes tem conhecimento e nada fazem.isto passa-se na quinta do conde concelho de sesimbra

  7. Tenha uma amiga que sua filha de 12 anos esta com essa manina de junta coisas velhas sem utilidas, mas emuitas menos isso e comun em crianças? e porque isso ocorre oque ta faltando na vida dessa criança.

  8. Por favor me ajudem, eu não aguento mais ver minha minha mãe passar por isso.Ela é uma ótima mãe,mas não assume que está doente. já tentamos fazer uma faxina mas além de ficar super nervosa acabou juntando tudo de novo. Parece que acha que consegue camuflar tudo, e não gosta que ninguém entra na casa dela. Desde que eu me entendo por gente ela já era assim, mas depois da separação de meus pais e a morte do meu avô(pai dela), só piorou tudo. Não quero ver minha mãe assim até morrer.Por favor me ajudem de alguma forma se é que existe tratamento.

    • Gostaria de saber se vc conseguio ajudar sua mãe, pois eu meus dois irmãos estamos passando pelo mesmo problema e não estamos conseguindo ajuda-la, ela mora sozinha tem 70 anos e leva uma vida aparentente normal, mais quando falamos no assunto ou pedimos para entrar em seu apartamento ela vir um bicho…diz que está tudo uma bagunça e que precisa arrumar, mais nunca arruma e só está acomulando cada dia mais lixo, por favor se vc encontrou uma solução para este problema me escreva, pois não sei mais como ajuda-la.

  9. Olá amigos,

    Sabem me informar se existe alguma associação ou organismo vocacionado para dar apoio, orientação e acompanhamento a doentes e familiares no convívio com esta doença?

    Melhores cumprimentos,
    Pedro Marques

  10. Minha esposa, tem 33, é depressiva e tem esse transtorno. Junta tudo que não presta em casa, quando vi a foto acima, lembrei dela, parece minha casa.
    Já fiz de tudo para eliminar, e acabo deixando, pois quando tento tirar ela tem crise forte, parece uma louca mesmo.
    Não sei o que fazer. Ela tem vergonha de falar para um psiquiatra sobre isso.

    Acho que vou seguir o conselho do Claudio Falcão, gravar tudo e passar pra ela vê, em uma outra casa.

    Se alguem tiver outra solução, por favor, mande por e.mail eoi poste nesse blog.

    Obrigado

  11. eu tambem tenho esse problema com a minha mae a casa dela parece uma lixeira tento modar a cituacao limpar mas e muito dificel ela fica sempre chateada para tirar todo o lixo precisava de um camiao eu sai de la a 13 anos neste tempo ela trasformou a casa numa lixeira eu estou bem e vida queria ajudar nao consigo tenho meu pai e meus irmaos que vivem la nao sei como deixaram chegar as coisas a este ponto eu uma veze tentei comecar a deitar algumas coisas fora mas ela ficou muito doente e eu tive medo mas gostava muito de ajudar a minha mae

  12. MEU ESTA COM ESSA DOENÇA, NÃO SEI O QUE FAÇO. NÃO CONSIGO LIMPAR O QUARTO PORQUE ELE FICA COM RECEIO QUE VOU JOGAR FORA O QUE PEGOU NA RUA. TUDO QUE VOCÊS IMAGINAREM, ELE PEGA. ELE COMPROU UM APTº E JA ENCHEU DE LIXO. VOU IMPRIMIR ESTA PÁGINA E LEVAR PARA ELE LER.

  13. Help….

    Ainda moro com os meus pais, mas a cerca de 4 anos meu pai esta juntando entulho dentro de casa, não temos mais como entra no quintal de casa. Acabei construindo no quintal em um espaço que tinha muito entulho para assim não juntar mais tanto entulho, não adiantou pois o meu antigo quarto virou quarto de sucata, ratos e outros insetors estão aparecendo com frequencia minha mãe casada há 30 anos com ele esta querendo a separação. Não adianta conversar, monstrar a situação, pois ele esta violênto, e não aceita sugestões, penso em denuncia-lo para prefeitura pois os ratos trazem doença, ou consultar um advogado para interditalo, qual o caminho a ser tomado, pois não vejo melhora para essa situação,por favor poder ajudar???

  14. minha mãe tb tem todos esses sintomas,agora só ouço procure ajuda psicológica ou psiquiatrica,como fazer isso se ela não aceita nenhum tipo de tratamento e diz que não é maluca,e ainda por cima é muito estourada e não aceita sugestões e ajuda de ninguem e pra piorar está fazendo reformas que só ela entende,já arrancou o vaso sanitario,a pia da cozinha e quebrou tres paredes com uma marreta dizendo que esta fazendo essas obras para prefeitura não tomar sua casa,existe uma solução plausível?

  15. Boa tarde!o meu pai hj tem 74 anos,poi,desde quando a minha mãe faleceu a 29 anos ele começou com atitudes que não possuia antes de acumular lixo dentro de casa,tudo que encontra na rua ele pega e leva pra dentro de casa e fala que tem serventia pra alguma coisa,perdeu o interesse pela higiene pessoal mas aparentemente é um homem alegre desde criança nunca vi ele triste,chorando e vive contando piadas,minha mãezinha faleceu eu tinha 1 e 11 mêses,e meus dois irmãos mas velhos tinha 5 e a outra 9 anos a de 9 faleceu a 10 anos só restou o outro mas só eu que moro com ele e tenho ele como o meu filho poirtanto tenho muita paciencia pois o meu irmão mais velho não quer nem saber do meu pai.O pior que levei o meu pai a vários médicos,fez ressonancia eletroencefalograma passou por psiquiatras e alegaram que o meu pai é mais normal que eu e ela juntas suspendeu todos os medicamentos e deu alta para ele,eu por um lado agradeci a DEUS por meu pai não ter nada mas por outo eu fiquei sem saber o que fazer.Pelo fato de meu pai ter sido alcoolatra e quase morreu em casa em 2006 devido o uso abusivo do alccol que causou uma crise confunsiva eu estou tendo que manter o portaõ fechado para ele não encher a casa de lixo e tive que me isolar tmb para fazer compania a ele eu naõ sei mas o que fazer portanto tentei de tudo.

  16. Estou passando pelo mesmo problema com uma tia de 83 anos, mas agora já conseguimos tirá-la do imovel e ela está sendo tratada, o problema é que precisamos limpar o imóvel que está infestado de ratos. Já mandamos fazer a desratização, mas preciso de uma empresa que limpe e descarte o lixo de forma correta, alguém tem alguma informação sobre empresas que fazem esse tipo de limpeza?

  17. minha vizinha tem um galinheiro ,mais de 15 cachorros e uns 10 gatos e o quintal dela e um lugar que ela agora esta reciclando lixo e nos moramos em um condominio .nao aguento mas o mau cheiro ,os rato e mosca preciso de um tel tipo da saude publica alguem pode me ajudar

  18. minha gente, eu acho que a solucao, e realmente levar a pessoa uns ,dias a outro lugar e arranjar alguen para fazer a faxina, mandar lavar a roupa etc organizar tudo, deixar tudo bem cheiroso e trazer a pessoa para uma nova realidade, nada de criticar

  19. Gostaria de saber se algumas dessas pessoas que tem um paraente que está com esses problemas, se conseguio ajudar, pois estou vivendo este drama com minha mãe e já tentei conversar com ela mais ela já proibio a minha entrada em seu apartamento e não aceita nenhuma ajuda, diz que não está doente já levei ao médico, mais ela paraou de ir pois disse que o médico é que era louco e não ela…..não sei mais o que fazer.
    Por favor gostaria de uma ajuda.

      • Já tentei, mais segundo os especialistas me disseram que se ela não se considera com uma doença não podem fazer nada…ela precisar querer o tratamento pois já levamos a um psiquiatra ela começou um tratamento com remédios mais parou o tratamento pois disse que não tinha nada.

      • desculpe-me pela pergunta mais você conhece alguem que tinha essa doença e ficou curado? por favor responda preciso saber. ja não sei onde procurar ajuda para o meu marido que tem essa doença.

  20. pelo o amor de deus eu preciso de ajuda para lhe da com essa doença pois meu marido de 53 anos tem e eu ja não sei mais o que fazer. segundo amigos dele ele começo a juntar lixo depois que se separou da ex mulher ja tem 10 anos, eu estou com ele a 4 anos e não aguento mais ver ele se matando aos pouco. ele traz para casa tudo que encontrar nas lixeiras. aqui em casa já tá cheio até o teto e tem mais um apartamento e 2 garagem tambem não cabe mais nada lá. nós brigamos muito porque ele não aceita que é doente e tambem nao aceita ir ao medico. agora o comportamento dele tá mudando para pior, ele fica agressivo que falo em limpa a casa, as vezes tenho até medo.por favor alguem mim ajude!!! as vezes acho que estou ficando louca com essa situação. eu já não sei o que fazer, estou completamente desemperada.

  21. então como deve fazer para procurar ajuda especializada? ele não aceita que é doente e nem aceita ir ao medico, como devo fazer? alguém ajude por favor. isso é muito serio tem que ter uma solução.

  22. então como deve fazer para procurar ajuda especializada? ele não aceita que é doente e nem aceita ir ao medico, como devo fazer? alguém ajude por favor. isso é muito serio tem que ter uma solução.
    eu já não sei como deve ajuda-lo.

  23. alguém mim responde como deve procurar ajuda especializada?
    eu já não sei mais o que fazer com essa situação, porque já chegou ao ponto que em toda lixeira que ele ver vai lá busca coisas e trás pra casa. queria muito ajudar mais não sei como pq ele já não mim deixa falar. as pessoas acham que é brincadeira mais todo lixo que ele tem é mais ou menos umas 10 t. já não tenho esperança de ver ele curado dessa doença. quem conhece ele nem imagina que ele sofre disso pq ele tem uma vida normal perante a sociedade. isso é dificil de mais pra alguém viver dia a dia e saber lidar com a situação, como já falei não sei mais como fazer com essa situação ,quero muito ajudar ele mais não sei como.
    por favor alguém responde qualquer coisa nem que seja uma palavra de apoio.

    • Este blog não é consultório. Não é esse o seu propósito. Compreendemos que seja uma situação muito difícil, mas nada podemos fazer. Procure consultar um psicólogo e peça-lhe orientação para o seu problema.

    • Olá Neide! No momento eu vivo na mesma situação ,eu sei como e triste ver a pessoa que amamos triste e sentindo como se fossemos inimigos deles. Eu estou tentando levar meu marido ao medico ,não sei como ele vai reagir.Mas saiba que vc não esta sozinha nesta luta eu sei oque vc esta passando .Seja forte não desanime vamos vencer ,afinal merecemos ser felizes com que amamos.cida

  24. ola gente estou passando pelo mesmo problema com minha mae, ela tem 65 anos, mora sozinha, e a casa ninguem consegui ficar la dentro, ela tem varios caes e gatos, e cria algumas galinhas, eu nao sei dizer qual parte ‘e a pior se dentro ou fora. ela guarda tudo…nos, os filhos temos ate medo de quando vamos visita-la, e horrivel ver tudo aquilo, mas ela em si esta bem..ela nao admite nenhuma doenca, eu sou mineira e minha vive la no interior,, se alguem souber de alguma dica para me ajudar por favor me respondao. eu gostaria de achar algum lugar ao qual eu podesse coloca-la por um tempo. eu acho que hj alem da depressao ela ‘e esquisofreninca. me deem dicas , estamos sofrendo muito sem saber o que fazer..

  25. OI SO TEMOS A LAMENTAR QUANDO ESTAMOS COM PESSOA NA FAMILIA PASSANDO POR ESSA DIFICULDADE QUE É ENFERMIDADE DA MENTE ENA ALMA, DA ALMA NOS PODEMOS CUIDAR ORANDO MAS DO CORPO ONDE ENCONTRAR PSICOLOGOS , POIS SOMOS PESSOAS SEM MEIOS FINANCEIROS E ESSES CUIDADOS CUSTA CARO.

    • vários postos de saúde tem psicologos,me trato a 3 anos e estou muito bem,tinha simdrome do panico,depressão e ansiedade,hoje consigo ver onde errei ,onde deixei as coisas acontecerem sem que eu mudasse o rumo.igrejas também tem psicologos e geralmente são gratuitos,não deixem de se cuidar,meu marido tem esse problema ,minha casa é um monte de entulho e eu tive que aprender a conviver com isso sem que me afete,ele não aceita médic os ,é nervoso,as vezes violento ,não posso fazer nada se ele não quer,eu procurei ajuda de melhorei bastante,tenham paciencia pois essa distorção da realidade é cruel e a pessoa que tem sofre muito,espero ter ajudado de alguma forma.que Deus nos abençõe

      • Gostei do seu posicionamento Dellcyr, mas penso que as pessoas que convivem com pessoas que sofrem dessa doença também acabam adoecendo porque não sabem resolver e não aceitam dividir o mesmo local sujo. Penso que a melhor solução será as pessoas que padecem desse mal (ter pessoas na família com essa doença), procurar se unirem montar uma ASSOCIAÇÃO e buscar ajuda junto ao poder publico no sentido de exigiram politicas publicas para atacar esse mal que é tão perverso quanto as drogas que estão assolando este País e o governo (federal, estadual e municipal) nada fazem para atacar esse maldição.
        Tá na hora das pessoas fazerem alguma coisa, antes que esse mal acometa alguém de sua família. Se precisarem eu estou a disposição para nos unirmos e buscarmos ajuda, tenho problema de drogas na minha família!
        Aguardo retorno!
        Elizabete

  26. tenho essa mania,hoje estou com 39 anos, acho que tudo que eu junto serve para alguma coisa ,meu filho diz, mae para de juntar lixo, joga tudo fora a senhora nao vai fazer nada com isso,mas na minha cabeca eu vou utilizar,ja juntei caixa de fosforo vazia,tampa de garrafa pet,garrafa pet,com a ideia de fazer artesanato,mas nunca fiz,gracas a deus isso eu nao junto mais joguei fora,pego coisas que outras pessoas jogam fora com intencao de consertar e usar,ja peguei retalho pensando em fazer tapete,meu marido tem oficina com isso eu acabo guardando pecas ,bancos de carro,coisas desse tipo, guardo espuma travesseiro velho com intencao de fazer almofadas de courino,ou seja tudo que junto e com boa intencao mas acabo nao fazendo nada e continuo acumulando ,minhas roupas tenho dificuldade em dar,acabo juntando,paginas de revista que tem modelos de bolsas eu guardo pensando em fazer bolsas,,fiz curso e ja inventei de fazer pecas intimas para vender,comecei e parei ja inventei de tirar fotos de crianca vestindo roupas de bichos de pelucia parei,ja montei bazar parei , ja tentei vender cachorro quente por umas tres vezes parei,ja tentei outras coisas mas sempre disisto estou sem animo para dar faxina mas desde ja eu digo muita coisa eu nao vou jogar fora,mas vou organizar,creio ser esse um bom comeco ,aconselho quem tem parentes assim,comecar essa mudanca aos poucos para nos e muito dificil jogar fora aquilo em que vemos algum valor ,nao adianta falar que vai jogar tudo fora,fale que vai ajudalo a organizar,eu pretendo fazer umas prateleiras com portas de guarda roupa que juntei,com isso eu creio que durante a organizacao algumas coisas irei jogar fora so que quem decide sou eu,se alguem pegar e jogar fora vou ficar muito triste e nervosa,pretendo por em pratica as intencoes que tive quando juntei ou seja fazer os tapetes as almofadas as pecas de carro colocar de forma organizada pra saber o que se tem e quando precisar saber onde esta,ta tao baguncado que nem sei o que tenho,se querem ajudar os acumuladores comecem fazendo dessa forma mostre que voce que ajudar ele ou ela a organizar e vai pedindo a DEUS que te de paciencia para perseverar,e ajudar o acumulador parar com essa mania,eu tenho conciencia dessa mania estou me esforcando para vence la,hoje mesmo achei esse site por acaso ,porque o meu filho de 22 anos disse que ia jogar umas coisas fora ,nao gostei ,e teclei mania de juntar coisas e ai achei este espaco resolvi escrever para tentar ajudar voces acomprenderem melhor a cabeca do acumulador pois me considero uma ,mas pretendo iniciar esse processo de organizacao creio que e ponto de partida para uma mudanca de vida se quiserem pode me enviar imails tanto os acumuladores como tambem seus parentes edneiamoresco@hotmail.com moro em bh sou casada e tenho um filho 22anos sirvo a DEUS e peco pra ele me livrar desse mau parece espirito de miseria gosto de comprar coisas boas porem nas promocoes ,e ja faz muitos anos que acumulo coisas,minha mae 73anos tambem e ela guarda lixo mesmo tipo pote de iorgute vazio sacolas plasticas que ao inves de usar ela guarda se fosse eu as ultilizaria na casa dela tem lixo mesmo coisas que realmente aos meus olhos nao tem utilidades ela nao gosta de receber visitas com vergonha dos lixos,tem tambem algumas coisas que pode ser util mas sao poucas,gostaria de ajuda la mas ela mora em outra cidade,mas vou comecar me ajudando e se DEUS quiser e ELE quer vou conseguir e tambem vou ajuda la .DEUS abencoe todos voces e me abencoe tambem pretendo tirar umas fotos antes da organizacao e fotos depois se quiserem posso enviar para voces mostrarem osseus parentes para servir de animo para eles vou tentar se eu nao conseguir vencer pretendo procurar um psquiatra desculpem pelo texto ennnorrmeee.espero poder ter ajudado e ser ajudada.obrigado.

    • edneia parabens pela sua corajem, o fato de assumir sua doença ja e um passo para sua cura, com certeza vai vencer este desafio porque voce quer e tem a força maior que o apego a Deus, passo por este problema tambem com meu marido de 52anos, ele e tecnico eletronico e trabalha em casa minha laje nao tem espaço nem para eu colocar minhas roupas, em todo canto que ha um espaço vago ele coloca tranqueiras e nao e so coisas eletronicas e tudo que acha util como embalagens de leite, pao um horror, vivo em guerra no meu casamento por isso,ja pensei em abandona-lo, mas sei que nao e facil, ele nao aceita que esta errado, diz que sou encrequeira, acho que ha um espirito de miseria por tras disso realmente, mas pense que Deus que o melhor para nos,ele e o dono do ouro e da prata e nao se agrada com certeza em ver seus filhos em meio a sujeira. lixo e miseria, tome posse do que Deus tem para voce e expulse esse mal da sua vida. Rose do tiete

  27. O meu pai rem 83 anos e esta bastante doente! Já há 16 anos k acumula lixo em casa , na garagem e na escada, Ele não vive sozinho , vive com a esposa de 82 anos (minha mãe) e comigo k tenho 40 anos e sou filha. Não sabemos o k fazer, pois ele não deixa mexer em nada, tudo é MUITO valioso para ele, já quase não temos espaço para andar em casa. Já o levei ao médico e esta a tomar um antidepressivo, mas não basta acho k tem k tomar um antipsicótico, vou continuar a luta por ele. Se tiverem alguma sugestão agradecia k me respondessem .

  28. Minha mãe tem 63 anos e desde que me entendo por gente ela tem essa mania (tenho 22 anos). Minha família já desistiu, eu disse pra mim mesma que não ia desistir mas não aguento mais, só consigo jogar as coisas fora quando ela viaja, se eu jogo algo fora sem ela deixar ela briga comigo, vai e busca o lixo de volta. Ela tem duas casas de aluguel, resumindo, uma roubaram o portão e foram roubando tudo ( porta, torneira, fiação elétrica), devido a ser em um setor longe da casa dela e ela não poder ir la vigiar, acabou construindo um murro porque os vizinhos disseram que iam denunciar pois estava virando abrigo de moradores de rua. A outra fui com ela lá ontem e fiquei horrizada, os ultimos inquilinos mudaram e minha mãe mandou cortar as duas mangueiras que tinham lá, e só tirou metade dos galhos, e lá ficou fechado, minha mãe é professora em um cmei e diz que não tem tempo, falamos pra ela colocar na imobiliaria, ela diz que eles vão cobrar caro pra reformar e etc, voltando a situação da casa, cresceu pé de bucha nos telhados dos barracões todos, aquela zona, uma vizinha disse que teve teve que mandar embora uns moradores de rua que estava tentando entrar lá, ai hoje ela arrumou um pedreiro que tirou as buchas, etc. Na casa dela, metade do corredor já ta cheio de coisas, cabos de vassoura, telhas, galão que ela junta água da chuva (sem contar que já teve Dengue), armário velho que ela pegou na rua, etc; dentro de casa aquela zona, sacola pra todo lado, comprou uns moveis usados de uma mulher que ia mudar, tem 3 geladeiras, 4 tvs, 3 armarios, tudo velho; roupas velhas, encheu o barracão dos fundos de moveis e bagunça, mas outro comodo até o teto, quando posso, tipo nas férias, vou lá arrumar, mas ela não deixa jogar nada fora, ai vou ajuntando pra quando ela viajar eu jogar fora, mas ai passa o semestre, ta tudo pior do que tava, eu moro com meu pai (madrasta, meu pai faleceu em 2012) e nas férias e finais de semana fico com minha mãe desde pequena, e eu cansei, cansei de passar minhas ferias inteiras arrumando casa, com minha mãe gritando comigo, uma opressão terrivel, e depois ta tudo do mesmo jeito, sendo que tenho duas casas pra arrumar, a que moro e a dela; minhas irmãs mais velhas moram em outras cidades, nenhuma de nós morou inteiramente com ela, as outras duas cresceram com tias e eu com meu pai, ela nunca casou; eu falo com ela, pergunto pra que ela quer a bagunça e ela diz que porque sim, ela tem condições, trabalha o dia inteiro e não para, e reclama, tem problema no joelho (menisco), dor nas costas, e inventou ontem de apanhar umas goiabas na rua e me pois pra mecher doce de goiaba até 1 da madrugada. Passei mal de tanto chorar esses dias depois de brigar com ela. Ela tem até fazenda, alguém me diz pra que isso gente??? Não entendo, tem hora que dá vontade de falar pra ela escolher entre eu e a bagunça, decidi denunciar, estou tentando descobrir onde… Não sei se isso tudo que escrevi vai ajudar alguém, mas precisava desabafar. Se eu descobrir o que fazer comento aqui. Amo minha mãe e quero que ela viva bem, isso não é vida pra ela. Meu e-mail é leticia.t.souza@hotmail.com.

    • Oi, tens k ter calma… É muito COMPLICADO…Tens k levar a tua mãe a um Psiquiatra para tomar alguma medicação , ou então vais tu falar desse problema .ela deve ter k tomar um anti psicótico, vai dizendo alguma coisa , FORÇA, Bjs

    • Não é um caso isolado como vocês podem perceber neste site, são varias pessoas apresentando o mesmo comportamento. Será que poderia ser algum problema na cabeça? Minha mãe disse que quando era jovem caiu de um cavalo e bateu a cabeça e ficou desmaiada um tempão. E disse uma vez também que um médico achava que ela tinha ovo de parasito no cérebro.
      Ouvi uma historia na faculdade sobre Phineas Gage, que segundo o site http://pt.wikipedia.org/wiki/Phineas_Gage, “Phineas Gage (1823-1860) foi um operário americano que, num acidente com explosivos, teve seu cérebro perfurado por uma barra de metal, sobrevivendo apesar da gravidade do acidente. Após o ocorrido, Phineas, que aparentemente não tinha sequelas, apresentou uma mudança acentuada de comportamento, sendo objeto para estudos de caso muito conhecidos entre neurocientistas.”. E se algo afetou uma parte do cérebro dela?
      Pensei também que poderia ser uma doença genética, mas tipo, as irmãs da minha mãe são totalmente diferentes dela, uma das minhas tias tem é mania de limpeza, e a outra cuida de um monte de coisa e consegue fazer tudo. Ouvi dizer, mas não tenho certeza, que a mãe delas, minha avó, se suicidou quando minha mãe tinha uns 18 anos, será que é um trauma? Ou depressão?
      Ou o vírus da Síndrome de Diógenes?
      Ou algo espiritual, tipo, ela vai em centro espirita e chega dizendo que fizeram cirurgia espiritual nela, será demônios?
      Se passarem remédios pra ela, como que um medicamento vai mudar o jeito dela pensar e seu comportamento?

  29. Olá, meu pai tem 56 anos e desde que me entendo por gente ele tem essa mania (tenho 21 anos). Eles sempre trás objetos velhos e descartados por outras pessoas para dentro de casa, diz que pode ser usado aqui, acolá! Ou quando algo quebra em casa ele não aceita que chame alguém para arrumar ou se precisar pintar a casa ele é quem tem que fazer, ele faz tudo errado e aí de quem contraria-lo.
    Após o falecimento da minha mãe isso vem piorando e quando eu falo de trocar um móvel velho ele fica irritado, diz que quero jogar tudo fora ou que não há necessidade, pois o “móvel” está bom ou pior ele acha na rua e trás pra casa.
    Ele não mede esforços pra ajudar um de seus sobrinhos que abusa de sua boa vontade, tudo que esse meu primo quer ele faz de tudo pra ajudá-lo, acha que meu primo merece móveis novos, uma casa arrumada e quanto a nós está bom a casa do modo que está.
    Não estou mais suportando isso, minha casa está parecendo um chiqueiro e parece que a tendência é a piorar, ele não aceita que isso é uma doença e fica irritado ao falar em passar com um profissional.
    Peço encarecidamente que me ajudem de alguma forma, me recomendando alguma entidade que possa me dar apoio para que eu possa ajudá-lo, tenho muito medo de perde-lo ou dessa situação piorar, nossa relação está ficando ruim, não brigávamos e agora que esse problema está aumentando não estou tendo paciência e sempre estamos discutindo.
    Quero que ele envelheça bem e quero manter a relação que sempre tive com ele.
    Obrigada
    Meu e-mail – viviane_r.v@hotmail.com

    • Oi é um problema mt grande mesmo… O meu pai tb é assim traz tud da rua p casa ate faz impressão agora tu a espera de uma consulta de psiquiatria para eu ir falar do meu pai e ver se me dizem k ele tem realmente, pois isto deve ter um nome… tens k levar a um medico u vais tu falar dele… Não percas a esperança.

Deixar uma resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

WordPress.com Logo

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Log Out / Modificar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Log Out / Modificar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Log Out / Modificar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Log Out / Modificar )

Connecting to %s