Estudo: maior risco de depressão é aos 44 anos


Um estudo realizado por economistas norte-americanos e britânicos em 80 países sugere que o risco de depressão é maior na faixa dos 40 anos e que as pessoas estão mais vulneráveis ao problema quando estão, em média, com 44 anos.

O trabalho, que será publicado na revista científica Social Science and Medicine, analisou informações de dois milhões de pessoas e descobriu que o padrão é consistente em todos os países analisados.

O estudo constatou que o risco de depressão é menor entre os mais jovens e mais velhos e atinge o seu ponto mais alto na meia idade, aos 40 anos.

«Acontece com homens e mulheres, solteiros e casados, ricos e pobres, com ou sem filhos», esclarece o economista Andrew Oswald, um dos autores da pesquisa.

O estudo, realizado no Darmouth College, nos EUA, e na Universidade de Warwick, Inglaterra, refere que no Brasil o maior risco de depressão ocorre quando se chega aos 47 anos.

Segundo Oswald, as razões para esta consistência no padrão de felicidade ao redor do mundo ainda não são claras.

No entanto, o economista aponta que uma possibilidade é que «as pessoas aprendem a adaptar os seus pontos fortes e as suas fraquezas e quando atingem a meia-idade, conseguem dominar os sonhos impossíveis», afirma.

Fonte: Diário Digital.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s