Portugueses descobrem mapa genético que determina diferenciação de neurónios in vitro

Investigadores portugueses conseguiram desenhar o mapa genético da diferenciação in vitro de neurónios a partir de células estaminais. O trabalho dos cientistas do Instituto de Medicina Molecular foi publicado na “Public Library of Science One” (PLoS One).

“Ficámos com uma espécie de mapa genético do caminho que é percorrido desde a célula estaminal até ao neurónio”, disse em comunicado Elsa Abranches, primeira autora do estudo. A investigação contou ainda com a contribuição de investigadores da Alemanha e da França.

A equipa aperfeiçoou o método da produção das células do sistema nervoso a partir de células estaminais. Durante o processo os investigadores identificaram várias substâncias que controlam as etapas da diferenciação das células nervosas. No artigo, descrevem aspectos destes processos como a organização em roseta das células cultivadas in vitro e apontam para parecenças com o desenvolvimento que acontece no sistema nervoso dos vertebrados.

A parte genética foi a mais promissora. “Fizémos uma análise global dos genes que são activados a cada passo do processo da diferenciação”, disse a investigadora. “Esta análise permitiu-nos (…) identificar conjuntos de genes que são activados em fases diferentes da diferenciação neuronal.”

A compreensão destes processos pode ter implicações no desenvolvimento de terapias para o tratamento de lesões no sistema nervoso.

Fonte: Público.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s